.

.

Música de fundo FELIZ NATAL AMIGOS!

sábado, 28 de maio de 2016

O Dia da Grande Lucidez - por Hélder Gonçalves





O Dia da Grande Lucidez

Hoje é o dia da grande lucidez
Todos os filtros a funcionarem
Para darem lugar à crua realidade
O sonho não tem agora permissão
A esperança pendurada no cabide
A aridez do deserto no coração
Hoje é o dia da grande lucidez
Aquele momento da desesperança
Da desilusão - Do cansaço
Relógio que marca o tempo parado
O olhar fixo naquela árvore
Plantada, inerte, na minha frente
Como ela estou sem sentido, vazio
Adivinhando sentimentos inexistentes
Tal como ela quero estar vegetando
Sem sentido, amorfo, aturdido
Despercebido, com meu copo na mão
E a minha solitária embriaguez
Sem pensar, parado e assim ficar
De tudo desprendido, até isolado
Porque hoje é o dia da grande lucidez





Do Carmo
Maio 2016


terça-feira, 17 de maio de 2016

Mostre que você é original! Dê de presente a quem ama no dia dos Namorados o Romance Alfama, amor se faz com amor.

https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.VxxM_nqzm-0
Clique nas imagens e faça seu pedido!
https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.VxxM_nqzm-0




Uma Palavra Cinco Letras - por Hélder Gonçalves




Uma Palavra Cinco Letras

Uma palavra
Cinco letras
Tudo dito!
Uma palavra
Não proferida
Demais sentida
Magoada
Dentro de nós
Uma palavra
Mil silêncios
Olhos a brilhar
Segundos intensos
Mãos largadas
Lentamente
Momentos tensos
Última chamada
Um vai ficar
Outro partirá
Fim de tempo
Costas voltadas
Outro seguirá
Voará nos céus
Irá voltar?
Um ficará
Uma palavra
Cinco letras
Adeus!




Hélder Gonçalves

sábado, 14 de maio de 2016

Indicação de presente para o Dia dos Namorados no BRASIL! Romance Alfama do Autor Lusitano Hélder Gonçalves

https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.VzdqleSzm-1


Clique na imagem e faça seu pedido ONLINE!

Está chegando um dos dias mais esperado do ano... O famoso e emocionante DIA DOS NAMORADOS, um dia pra lá de especial, onde todo casal se dedica ao delicioso ritual de escolher com muito amor um presente que será o marco dessa tão importante data. E pensando nisso a Editora Origens em parceria com o Clube de Autores, lança a promoção: Um livro, uma história de amor com o Romance Alfama do escritor Hélder Gonçalves. Além de ser um presente original e de imenso valor, é um presente que será eterno no tempo por permanecer na memória. Para todos que comprarem além receberem um cartão postal de Alfama com dedicatória personalizada, a qual será enviado diretamente de Lisboa pelo próprio autor para o endereço que for escolhido,basta mandar mensagem inbox, Nota: Essa promoção só é válida para os leitores comprovados, além desse brinde, todos terão uma espetacular surpresa em Outubro! Que tal? Seja inteligente e mostre o quanto você é original, dê um exemplar do romance ALFAMA de presente, ganhará mais do que mil beijos da pessoa amada.

https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.VzdqleSzm-1



quinta-feira, 12 de maio de 2016

Alfama - Hélder Gonçalves - Selo 5 Estrelas no Clube de Autores - Compre o seu!

https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.VzRkK-Szm-1
Clique na imagem e faça seu pedido, receba no conforto do seu lar, através do correio
numa cuidadosa embalagem, um livro que vai impressionar pela beleza e profundidade do conteúdo.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

...E foi assim que tudo começou!




 (Extraido de um texto de Ronilda David em 12 -.05- 2012 no site do WAF enquanto mediadora e no inicio de uma relação aprofundada)

Na Avenida ao lado da Praça do Feijão ,há uma loja de doces, sempre  passo pelo passeio dela por causa da sombra.

Na parede em branco logo na beira da larga entrada, caprichosamente em grandes letras azuis tem escrito:
"Assim como você pensa na sua alma, assim você é." Provérbios 23.7
E de tanto ler, findei por decorar e hoje é a segunda vez que lembro-me desse provérbio do Rei Salomão, e digo-te muito feliz que:
Teu rosto, Meu caro Amigo Docarmo, reflecte com exactidão a luz da tua alma, a grandeza, a suavidade e, sobretudo, o ser humano de incomparável valor.
Quando vi esse teu retrato tão bonito, (não vás rir) mas a primeira palavra que ocorreu-me foi: Garboso.
Eu sei que é uma palavra antiga, nem sei se ainda anda em uso, mas reconheço de certo modo - Que sou antiga (risos)
E de qualquer forma sei que compreendes na perfeição esse meu jeito de ver, sentir e expressar tudo que me toca o coração.
Olhar esse teu retrato amigo Docarmo traz-me a memória saudosa, o tempo dos piqueniques em família, o simples prazer de apreciar o entardecer, fazer o sinal da cruz em reverência e gratidão pelo dia vencido, é decifrar as fases da luz, aquele tempo em que ser chamado de Senhor e Senhora era visto como sinal de honra e não de idade avançada, aquele tempo em que poisar para um retrato era sinónimo de uma grande data, um importante feito e principalmente para quem ou para que era destinada a dedicada obra.
O tempo do esmero no vestir, vinha junto com a roupa na cruzeta a palavra, de estar-se bem composto, de estar na discrição, e não na marca de etiqueta e que a elegância vinha do berço no proceder exemplar dos mais velhos.
Creio que sempre serei do tempo em que os verdadeiros heróis não voavam, mas tinham o poder de dar asas, não tinham superpoderes de raio x, mas sabiam ler corações, interpretá-los e responde-los com lealdade e brandura.
Não tinha raio laser, mas tinha a arma mais poderosa de todos os tempos, o dom de cativar e zelar.
Pois é por essa e outras razões que contemplar teu retrato vem-me cá a palavra garboso, brilhante, reluzente.
Um heroi como poucos...
Outro abraço carinhoso e incansavelmente meu muito OBRIGADO, por compartilhares tantos momentos bonitos connosco, momentos esses que faz com que a vida seja mais leve.
Até brevemente Querido Amigo

                                       


                                             

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Coisas da Juventude (do livro ALFAMA))

Naquela viela estreita, gentios horrores
Um bafo quente de estranhos odores
Com nome esquisito - Rua das Atafonas
Tabernas esconsas, cheiros e sabores
Putas encostadas em porta carcomida
Gastas pelo tempo - Escadas da má vida!

Vendem o corpo mal nutrido - Desajeitadas
De mamas caídas suportadas em trapos
Pernas ao léu, varizes azuis aos “esses” desenhadas
Pequenas saias - mais parecendo farrapos
Desdentadas, desgrenhadas, ali plantadas,
Sem tempo, chulos de perto - Mesmos pecados!

Ao lado, a taberna exala cheiros rançosos
De tantas iscas com “elas” ali passadas
Em molho grosso de frituras continuadas
Para aquela gente eram pitéus bem saborosos
Conversas estúpidas - Galhofas misturadas
Gritos histéricos, em alvares gargalhadas!

Juventude a quanto obrigas - Por ali passei
Beijos balofos em nome do desejo suportei
Meus olhares, nesse tempo, não eram esquisitos
Para mim o importante era ter os requisitos
Como adolescente candidato a homem em ebolição
Sonhos noturnos com momentos de masturbação

Por uma puta bem gordinha me enamorei
De seu nome Rosa - Por ela, então, me apaixonei
Recebi favores, carinho e até amor dela granjeei
Por isso sempre pensei que ser puta – Meu Deus!
Nada mancha o coração - Amor igual ao dos Céus
Como Cristo e Madalena - A pedra não atirei!

Hélder Gonçalves
Julho 2013


 Clique na imagem!
https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.Vyltxnqzm-1

domingo, 1 de maio de 2016

Romance- Alfama - Promoção de vendas


 
 
Será que o amor seria capaz de guiar aquela bela moça rumo ao que tanto sonhava?
Será que o destino já havia traçado a rota desse coração de menina sonhadora?
Elvira, desde muito nova aprendeu a ter os pés no chão, estudou até onde foi permitido as condições dos pais, numa época em que estudar ainda era apenas possível para uma elite resumida na classe média alta. Mesmo assim, conseguia ser feliz levando sua vida humilde perto da família que consistia nos pais, nos avós e no irmão.
Por seus próprios esforços arranjou emprego e tornou-se criadora de Abajures com isso tinha a alegria de levar seus parcos ganhos para ajudar em casa. Mas mesmo assim ao pé da janela do seu quartinho, olhando o o rio Tejo que tanto amava, Elvira sonhava... Sonhava um dia poder amar, ser amada, e junto com o eleito do seu coração em flor, constituir família e viver em paz, longe das agruras daqueles dias em que seu país: Debaixo das agonias da censura.
Quer descobrir mais?
Compre seu exemplar no link abaixo!
https://www.clubedeautores.com.br/book/208040--Alfama#.VyQ6Knqzm-1
Compre e participe da promoção surpresa a cada final do mês!
Para isso é só curtir a Página da Editora Origens, fazer uma selfie mostrando o livro Alfama e publicar em sua linha do tempo marcando o Autor.
https://www.facebook.com/helderfernando.goncalves?fref=pb&hc_location=profile_browser
Está esperando o que? Peça já o seu exemplar Alfama!

Créditos da imagem ; Unsplash
— em Lisboa

.

.

.