Rascunho by Patrícia Pinna



Na amplitude universal
Encontramos rascunhos
Perambulantes na vertical
Entre cálidas paredes
Entre céus expostos ao luar


Não somos a formatação cruel
Encontrada avessa aos sentimentos
Somos a reprodução das nossas ideias
Felizes, amenas, viventes entre algumas mazelas

Não há fundamentada recriminação
Sobre a perambulação de nós mesmos
Num permanente estado de compreensão
Onde a busca pelo perfeito traço é árdua
Refazendo-se diversas vezes no espaço

Não somos um ponto final
Onde tudo dá-se por completo
Somos a incompletude do ser
Refazendo passos incompletos
Metamorfose sempre bem-vinda
Gerando a sabedoria em autoconhecimento!


                                                                    Patrícia Pinna
                                                              Redescobrindo a Alma



Mensagens populares deste blogue

SP – Sindicato dos Pobres

Honradez

Do hábito biscoitos d'açúcar