.

Música de fundo



sexta-feira, 25 de julho de 2014

Quisera Eu by Caio Fazolato


Quisera eu poder te beijar
Do meu beijo uma força tamanha te curar
Quisera eu te abraçar
Do meu abraço sua nuvem cinza retirar
Quisera eu te olhar profundamente e do meu olhar
Sugar o pequeno mal em sua mente

Mesmo que custe a minha própria vida
Tornaria-me a viver feliz em outro horizonte
Por ver e saber que a sua vida regenera
A sua própria fonte
Ah Deus! Se me permitisse revirar a minha alma
Trocar de lugar com a minha amada
Aí sim, eu estaria bem

Quisera eu, sugar completamente o grande mal em ti
Passar para mim e em mim extirpar
Assim, quisera eu ver o mal como poeira se esfalecendo pelo ar

Quisera eu ser eletrocutado e não morrer
E poder ver o choque elétrico te fazer renascer
Como a última aurora na explosão cerebral
Nós, abraçados, contemplando a cura no céu celestial

Mas Deus de presente nos deu essa vida
O nosso poder é viver frente às adversidades
Não podemos reclamar
Nos cabe apenas lutar
No recanto eterno da nossa feliz cumplicidade.

                                                  Caio Fazolato
                                           Integração Histórica