Avançar para o conteúdo principal

O Cachorro by Caio Fazolato




Ainda não choveu,
E o cachorro espera a sua água .
O sol está queimando e ele se abriga
em baixo da escada .
Pessoas passam , pessoas passo
passo a passo nesse mundo sem espaço
ainda procura a sua vez .


O cachorro vaga na rua deserta
O cachorro vaga na rua repleta

Seus ossos dizem que a fome tem limite
Seus olhos pequenos denunciam a covardia de uma vida ...
de ser cachorro de rua .

O homem é o predador
O homem é o salvador.

Que espécie de criatura é isenta da dor ?

Agora chove

Enquanto todos se protegem contra a chuva
ele não se recolhe.

Estático ele senta no asfalto
com os pelos molhados e o espírito marejado
ele fixa no olhar de cada um que passa
denunciando o desrespeito e a compaixão inexistente
ignorada por toda essa gente que em bondade não sente.

São Francisco de Assis tende piedade de nós
A nossa expressão é a nossa voz .
De repente , a matilha observa com atenção
e conclúem que o Cachorro é o reflexo de uma nação .

O Cachorro , chutado , espantado , esfomeado , torturado
O Pobre , massacrado , roubado , estigmatizado , torturado
Analfabetizado espiritualmente !

Não há diferença , a nossa nação é pequena .

Uma pele com hematomas é sinal de que o corpo foi maltratado
Os animais torturados é a prova pelo qual somos julgados .
O homem é o predador

Mas o homem também pode ser o salvador ?


"A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados." Mahatma Gandhi .


Caio Fazolato autor do espaço: 

Mensagens populares deste blogue

Do hábito biscoitos d'açúcar

De pedaços de poesias 
Fiz uma nuvem de melodias 
No mundo de suaves revoadas 
Valsando em asas encantadas 

Nas palavras erguendo magias 
Dançando sons em rapsódias 
De paixões fragmentadas e fugidias 
Acolá, chegarei com outras histórias

Nos passos -  Carinho ao aconchegar 
Com doçura que imagina minha mente 
Meus sentidos se elevam  ao prestar 
Em compasso de superação finalmente! 

De Ti em mim sonhos... 
Infinitamente. 

Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬













Honradez

Honradez... Tua Manta De Diamantes
Amanheça Para a vida, Para o melhor quetem Respeita a aliança Acredite que adiante O real do que éseu legado Espera...
Amanheça Para a boa vontade de Dar as mãos E o perdão, compartilhar Os sonhos Os sorrisos O pão...
Amanheça E dê avocê, perdão Porque o erro reconhecido É acolhedor para a alegria Da humildade que afasta a tristeza ... E traz a esperança de que... Hoje, vai dar certo!

sorridente, calada e persistente.

Era para ser ao contrário dessa fumaça, que assoprada ou mesmo inalada se vai... Era para ser volátil como um passe despercebido de mágica. Era para ser apenas alguns segundos de choro, de lágrimas vazias de alegrias, preenchidas de solidões vis. Era para ter sido, mas nunca foi, pois sempre é... Essa dor corrupta, invasora, que desdenha da minha confusão por não compreender, as razões da vida em impor ela em mim, como carrasca sorridente, calada e persistente. Era para ser uma nesga do que passou e dormiu no tempo, mas vejo que é meu presente: Resistente, crítico e decadente.

Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬