.

Música de fundo



quinta-feira, 3 de abril de 2014

Suave Sentimento





O tempo no relógio da minha existencia,
naquela hora saudosamente refletida:
Nas águas quietas do mar das recordações -
Balanços de vida de toda uma experiencia
percorrida nos tempos parados - Adormecida
Sonhos contidos, desvanecidos em ilusões!

O tempo no relógio da minha existencia
já não reflete tão bem, as horas passadas
diluidas em nebulosas de imagens difusas,
distorcidas  no caminho de toda a vivencia,
Na hora certa, em que as contas já saldadas
geram  escolhas,  pelas coisas menos profusas!