.

Música de fundo



sexta-feira, 18 de abril de 2014

Do Outro lado do espelho...



Um sonho que não é meu,
a Lua que você me deu.
A voz que me rouba a alma,
a lâmina que me corta ao meio.
Imagem difusa
dos cômodos do meu corpo...
Sala, cozinha, quarto...
Varanda
e janelas abertas para a entrada do vento.


Do outro lado do espelho
um convento,
a abrigar uma santa profana
que distribui as hóstias ao mundo,
nas bocas secas,
nos corações pálidos,
nas mãos amorfas.


Do lado de lá do espelho
alguém a abrir uma porta
que dê acesso a um universo
mais cheio de ternura
e com sonhos verdadeiros...


Mas, tudo isto, do outro lado do espelho...
do lado de lá,
para quem se atrever a transpor
o AÇO dos meus olhos.

Malu Silva