Avançar para o conteúdo principal

Jovens fisicamente ativos se saem melhor na escola, diz estudo



A pesquisa mostrou que a quantidade de exercícios realizados aos 11 anos afetou o desempenho escolar dos participantes também aos 13 e 16 anos


Um estudo feito com quase 5.000 jovens de 11 anos revelou que aqueles que são mais fisicamente ativos têm um melhor desempenho na escola. De acordo com a pesquisa, publicada nesta terça-feira na revista British Journal of Sports Medicine, praticar exercícios regularmente parece ser benéfico especialmente para aumentar as notas de ciências entre as meninas.
Segundo os autores do estudo, há muito tempo os especialistas acreditam que movimentar o corpo impulsiona o funcionamento no cérebro. No entanto, existem poucas evidências cientificas que comprovem isso. Na nova pesquisa, cientistas da Inglaterra, Escócia e Estados Unidos mediram o nível de atividade física de quase 5.000 meninos e meninas de 11 anos. Para isso, eles orientaram esses jovens a usar um acelerômetro durante uma semana. Esse aparelho mede a quantidade de exercícios moderados ou intensos praticados em um dia. Depois, os pesquisadores avaliaram o desempenho dos participantes em três disciplinas (inglês, matemática e ciências) quando eles tinham 11, 13 e 16 anos.
Segundo os resultados, os jovens que se movimentavam mais quando tinham 11 anos apresentaram, no geral, um desempenho melhor nas disciplinas e nas três idades em que foram avaliados. O estudo mostrou que, para os meninos, cada 17 minutos a mais de atividade física por dia já é capaz de melhorar o seu desempenho acadêmico. Entre as meninas, esse tempo é de 12 minutos. Em todas as idades estudadas, o desempenho das meninas em ciências foi o mais afetado pelos exercícios. Segundo os autores, esse fato pode refletir as diferenças de gênero na forma como os exercícios afetam o cérebro.
Abaixo do recomendado – Apesar de não ser o objetivo principal dos autores, a pesquisa revelou outro dado, considerado preocupante. A média diária de atividade intensa ou moderada das crianças de 11 anos foi de 29 minutos para os meninos e 18 para as meninas – valores significativamente abaixo dos 60 minutos diários recomendados.
Para os pesquisadores, serão necessários novos estudos para entender como a atividade física pode afetar o desempenho acadêmico, e como seria o desempenho escolar dessas crianças se elas aumentassem seu tempo de exercícios para os 60 minutos recomendados.

Fonte: Revista Veja, (Com Agência France-Presse)

Mensagens populares deste blogue

sorridente, calada e persistente.

Era para ser ao contrário dessa fumaça, que assoprada ou mesmo inalada se vai... Era para ser volátil como um passe despercebido de mágica. Era para ser apenas alguns segundos de choro, de lágrimas vazias de alegrias, preenchidas de vis solidões Era para ter sido, mas nunca foi, pois sempre é... Essa dor corrupta, invasora, que desdenha da minha confusão por não compreender, as razões da vida em impor ela em mim, como carrasca sorridente, calada e persistente. Era para ser uma nesga do que passou e dormiu no tempo, mas vejo que é meu presente: Resistente, crítico e decadente.

Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬


Do hábito biscoitos d'açúcar

De pedaços de poesias 
Fiz uma nuvem de melodias 
No mundo de suaves revoadas 
Valsando em asas encantadas 

Nas palavras erguendo magias 
Dançando sons em rapsódias 
De paixões fragmentadas e fugidias 
Acolá, chegarei com outras histórias

Nos passos -  Carinho ao aconchegar 
Com doçura que imagina minha mente 
Meus sentidos se elevam  ao prestar 
Em compasso de superação finalmente! 

De Ti em mim sonhos... 
Infinitamente. 

Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬













Honradez

Honradez... Tua Manta De Diamantes
Amanheça Para a vida, Para o melhor quetem Respeita a aliança Acredite que adiante O real do que éseu legado Espera...
Amanheça Para a boa vontade de Dar as mãos E o perdão, compartilhar Os sonhos Os sorrisos O pão...
Amanheça E dê avocê, perdão Porque o erro reconhecido É acolhedor para a alegria Da humildade que afasta a tristeza ... E traz a esperança de que... Hoje, vai dar certo!