.

Música de fundo



sábado, 7 de setembro de 2013

AMIZADE



 
         Quando eu tropecei e caí – deste-me a mão,
meu bom amigo.
Pelo teu braço me levaste junto a bom porto
e me acolheste.
Sem perguntas, tibiezas, duvidas ou sermão:
deste-me abrigo.
Em vez da dúvida, houve certeza – deste conforto,
assim escolheste.
Ao faze-lo, seguiste o caminho do coração -
assim eu te digo:
que a amizade existe - no teu exemplo e exorto,
num mundo agreste,
antes, escolhendo  o prenuncio duma oração,
contigo agora sigo.
Com valores e sentimentos, nada estará morto
Se a amizade escolheste.








Hélder Gonçalves