.

Música de fundo



quarta-feira, 28 de agosto de 2013

SER POETA






SER POETA


Não te apaixones por mim, disseste um dia,

num momento.

Um poeta não se tem, não se possui, nem se guia,

ele é o vento.

É o sentir, o amor, é a noite e também o dia

e o lamento!

O céu, as estrelas o Universo - a luz que envia,

do firmamento.

Um poeta não se tem – ele é tristeza e alegria,

em breve momento.

Porque ele é sonho, sortilégio ,também  magia

e desalento.

Tão grande assim, em limitado espaço fenecia.

Não no pensamento

Aí é o seu trono, o seu reino, algures de algum dia.


Hélder Gonçalves


Janº2012