POEMA SEM RIMAS -POEM WITHOUT RHYMES


Quero fazer um poema sem rimas:

        como um quadro de Picasso.

        Palavras soltas, sem sentido,

        sem chama, complicadas, baralhadas.

        Deixo-as no papel; espero que alguém

        as descodifique, traduza, lhes dê vida, lhes dê alma.

        Quem sabe?

        Se o que acabo de escrever tem valor?

        Se podemos tirar daqui sentimentos?

        estados de alma, argumentos,

        sabe-se lá !

        Mas cheguei a uma conclusão: o difícil,

        não é escrever palavras certinhas, bonitinhas:

        Mais complicado sim, são as palavras soltas,

        sem sentido. Inócuas, sem chama, complicadas

        baralhadas

        E, é assim tão difícil que não consigo fazer o tal poema

        sem rimas!

      

   Hélder F.D. Gonçalves
   Imagem original google      

Mensagens populares deste blogue

SP – Sindicato dos Pobres

Honradez