.

Música de fundo



quinta-feira, 11 de julho de 2013

Acredito Que A Idade Está No Coração -BIOGRAFIA -Believe That You're In The Middle Heart-BIOGRAPHY


Meu nome é Francisco Manuel Godinho Cabral,natural de Lisboa da Freguesia do Socorro Mouraria.
Casado com Celeste Fernanda de Jesus Santos Goudinho Cabral,falecida há 12 anos.
Sou pai de Maria Helena Godinho Cabral Nunes de Carvalho,João Pedro Santos Goudinho Cabral e Francisco Manuel Santos Goudinho Cabral.
Fui empregado Bancario prospector do Banco Espirito Santo,reformado Capitão de Artilharia antiarea miliciano.
Cursei no Colegio Militar e Faculdade de Ciências de Lisboa com aproveitamento nas cadeiras de matematicas gerais,algebra superior,calculo infinitesimal,geometria descritiva,desenho rigoroso,desenho de maquinas e desenho topografico e cartografico.
Militarmente frequentei a Escola de artilharia em Vendas Novas,o GACA em Cascais e Santa Margarida.
Quarteis da Penha de França-Queluz,Quinta da Vitoria/Sacavém e Baterias anti aereas da defesa de Lisboa.
No desporto fui destaque em:
Diploma de honra como 1º classificado em Xadrez em 1937 e 2º também no xadrez em 1938.
02 vezes campeão na prova do jogo da Malha - 1937 e 1939.
Capeão em 1º lugar em Basket-ball em 1936.
Estive como Presidente durane oito anos no Lar dos bancarios em Azeitão.
Residi três anos no Lar das Meninas de Odivelas, na Luz e actualmente  no Lar residencial do Monte Pio no Parque das Nações.
Possuo nove netos e 12 bisnetos. Nasci em 29 de Janeiro e tenho 92 anos de idade.
Gosto de ouvir Julio Iglesias, filmes classicos e participar em tertulias de poesia

Para vossa reflexão deixo-vos do autor-Eugène Delacroix, in 'Diário'

  Simplicidade e Perseverança
 
"O que pensas que foi a vida dos homens que se conseguiram erguer acima do comum?
Um combate contínuo. 
Se se tratar de um escritor, para escrever, uma luta contra a preguiça (que ele sente tanto como o homem comum): e isto porque o seu génio quer manifestar-se - e ele não obedece apenas ao desejo vão de se tornar célebre, mas ao apelo da sua consciência. 
Calem-se portanto os que trabalham com frieza: poder-se-á imaginar o que é trabalhar sob a influência da inspiração? 
Que medo, que hesitação sentimos em despertar esse leão adormecido, cujos rugidos fazem estremecer todo o nosso ser! 
Mas, voltando atrás: ser firme, simples e verdadeiro - eis o útil ensinamento de todos os momentos. "




                                                           Francisco M.G.Cabral
                                                              Colaborador senior