.

Música de fundo



domingo, 24 de junho de 2012

A Quietude Do Imolismo




São aqueles que, fazendo parte das minorias, escolheram o silencio e a coragem de estarem sós no contraponto, no desalinhamento, na lucidez de dizer:

 NÃO 

De dizer, não vou por aí!

Enquanto assistem aos aplausos de todos aqueles que, preferem não pensar, mantendo o "statu quo"dos seus interesses. 

São as maiorias... 

A ditadura das maiorias, um desafio `a quietude do imolismo, o não querer abanar o que está assente como sendo o melhor para todos, e  daqueles que gostam de ouvir e receber os aplausos que lhes são conferidos, para alimentarem os seus reconditos egos

As suas vaidadezinhas pessoais ou a maior parte das vezes, os interesses de grupos, intencionalmente, a defender o seu território.

 É difícil, é notoriamente solitário, o caminho daqueles que escolhem dizer não, quando necessário, caminhando contra a maré, dispensando o aplauso fácil e acéfalo, com a certeza  que, de facto, eles são:


A minoria esclarecida!



Hélder Gonçalves
Fotografia: Ronaldo David-Folha Da Bahia